error while rendering plone.header
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / IB recebe debate entre chapas concorrentes para a eleição a Reitor da UNIRIO

IB recebe debate entre chapas concorrentes para a eleição a Reitor da UNIRIO

IB recebe debate entre chapas concorrentes para a eleição a Reitor da UNIRIO

Mesa de debate com candidatos e Comissão Eleitoral

Na tarde desta última quinta feira, 26 de março, as 13h, aconteceu no Anfiteatro Geral do Instituto Biomédico o 2º Debate com os candidatos a Reitor e Vice-Reitor para a gestão quadrienal de 2015 a 2019. Compareceram ao debate as 2 chapas inscritas para as eleições, são elas a Chapa 1, chamada de Novos Tempos e compostas pelo José da Costa e Edson Liberal como Reitor e Vice-Reitor respectivamente e a Chapa 2 (situação), UNI[+] com o Luiz Pedro Jutuca como Reitor e o Ricardo Cardoso de Vice-Reitor.

O formato do debate teve um total de 4 módulos, sendo o primeiro composto pela apresentação pessoal, no qual as chapas tiveram 6 min para falar sobre seus planos de ações e expor suas propostas. A Chapa Novos Tempos falou dos 4 eixos principais que movem seus projetos, que são a construção do conhecimento e formação da diversidade, atuação da UNIRIO na vida política, a universidade com a sociedade e gestão organizacional. Enquanto a Chapa da situação propõe consolidar as ações de sucesso, atender demandas sociais de educação, efetivar fluxos de melhorias de processo do trabalho e o fortalecimento da atuação dos estudantes de graduação.

No segundo módulo, formado por 2 rodadas, foi dedicado a perguntas feitas somente entre as chapas, cada rodada deste módulo dava uma pergunta de 1 min para cada chapa com resposta de 3 min e direito a 2 min de comentário. Uma das perguntas feita pela Chapa 1 para a segunda foi como a gestão atual explica os atrasos da Agência de Núcleo de Inovação da Unirio. Em resposta, a Chapa 2 falou que as Universidades federais estão muito aquém nesse sentido, pois isso é um processo demorado. Existe uma lei que define que toda Universidade Federal deve ter um Núcleo de Inovação e o projeto da agência da Unirio está com o processo parado na Procuradoria Geral. O Prof. Jutuca disse ainda: “Em visita feita por uma auditoria externa, isso foi cobrado e nós explicamos que o processo estava parado na procuradoria. A partir disso essa parte burocrática do projeto começou a andar.” Em réplica o candidado José da Costa ressaltou que o Sistema de Inovação das Universidades Brasileiras é de importância nacional, pois coloca o Brasil no cenário de desenvolvimento científico cultural internacional e, por este motivo, a Unirio, que hoje está alijada da inovação, deve estar alinhada com as estratégias nacionais.

Já a terceira parte do debate foi constituída por 4 rodadas de perguntas do auditório, que foi dividido em 3 seguimentos: discentes, docentes e técnicos administrativos. Cada rodada possuía uma pergunta de cada seguimento e ambas as chapas deveriam responder as perguntas num tempo máximo de 2 min. Foram questionados assuntos como a operacionalização da democratização da Universidade, como ampliar a transparência nas ações da mesma, acessibilidade, assédio moral, expansão de cursos, falta de incentivo a esportes, planos de manutenção para a interiorização e internacionalização da UNIRIO, o HUGG e a EBSERH, influência dos cortes do governo para a Comunidade Acadêmica, mudanças a serem feitas na graduação e na pós, futuros projetos para pró-reitorias importantes na gestão da Universidade como a área Administrativa e de Planejamento e outros.

O último módulo ficou reservado para as considerações finais tendo cada chapa 6 min para falar. Nesse momento os concorrentes ressaltaram pontos importantes para os próximos anos de gestão como o controle de gastos em viagens, carros e telefones uma vez que já ocorreram cortes de verba por parte do governo e ainda haverão mais Outro assunto também levantado foi a relevância do HUGG permanecer inteiramente sob administração da UNIRIO, e se manter firme para a não entrada da EBSERH. Além disso ambos os candidatos falaram de suas políticas de transparência, responsabilidade e organização.

O próximo debate ocorrerá no dia 31 de março no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle.