Você está aqui: Página Inicial / Agosto de 2016 – Ano II – Nº 016

Agosto de 2016 – Ano II – Nº 016

Informativo Mensal – Agosto de 2016 – Ano II – Nº 016

 

 

 PROGEPE disponibiliza relação das Portarias dos processos de Progressão/Promoção Docente


A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) informa que os processos de Progressão/Promoção Docente que estavam aguardando liberação da Reitoria, de acordo com o memorando GR n.18/2016, que trata da aplicabilidade da Resolução n.4.430/2014 já foram concluídos. Serão executados na folha de pagamento referente ao mês de agosto (os valores serão recebidos no mês de setembro).

Os valores devidos de 2016 serão pagos no exercício. Seguem abaixo os números das portarias dos processos de Progressão/Promoção Docente que serão publicadas no Boletim Interno da UNIRIO. Os números das portarias estão disponíveis também para consulta no site da PROGEPE www.unirio.br/progepe.

Mais informações podem ser obtidas na Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente (DAFFP) no telefone (21) 2542-5516 ou através do e-mail progepe.daffp@unirio.br.

 

 



 

SAAPT divulga planilha atualizada sobre o retorno das Avaliações de Desempenho/2015


Com o objetivo de dar maior transparência e permitir o acompanhamento dos Servidores Técnico-Administrativos quanto ao recebimento pela PROGEPE de suas Avaliações de Desempenho, o Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) disponibiliza a planilha atualizada com o retorno das Avaliações de 2015.

O setor relembra que todos os Servidores Técnico-Administrativos da UNIRIO que ingressaram até 1º de julho de 2015 (incluindo os reintegrados e aqueles que já atingiram o topo da carreira) e suas chefias imediatas deveriam ter preenchido o Formulário e que o processo avaliativo é um instrumento para a obtenção da Progressão por Mérito Profissional e para a construção de melhorias das condições de trabalho na Universidade. A planilha está disponível no site da PROGEPE no endereço http://www.unirio.br/progepe/planilhas-avaliacao-de-desempenho.

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) no telefone: (21) 2542-5523 ou através do e-mail progepe.saapt@unirio.br.

 


 

Avaliação de Desempenho dos técnico-administrativos é o primeiro  tema do Banco de Ideias

A melhor ideia do servidor ou aluno será aplicada pela PROGEPE

 

O Projeto Banco de Ideias, lançado no dia 29 de outubro de 2014, passou por uma recomposição e os novos membros foram nomeados pelo Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, Carlos Antonio Guilhon Lopes, em junho de 2016.  Este novo grupo retomou as atividades do projeto e já realizou quatro reuniões com o objetivo de discutir e organizar as ações necessárias para o lançamento do Edital de Proposição de Ideias. No período a ser definido no Edital, todos os membros da comunidade universitária poderão propor ideias sobre o tema: A construção do Programa de Avaliação de Desempenho dos servidores técnico-administrativos na UNIRIO. 

Tendo como princípio fundamental a participação, o projeto prevê selecionar as ideias propostas por qualquer membro da comunidade universitária. No evento organizado pela PROGEPE em comemoração ao dia do servidor público, será feita divulgação e a premiação do participante que apresentou a ideia escolhida pelo SAAPT (Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho) para aplicação no trabalho que envolve a avaliação de desempenho. A Comissão do Banco de Ideias é formada por Mariana Flores Fontes Paiva (Coordenadora), Antônio Rodrigues Andrade, Bruno Giovanni de Paula Pereira Rossotti, Henry Grivet Ferreira, Márcia Helena Firmino de Paula, Oscar Gomes da Silva, Perla Fontan Peres, Rodrigo Cunha Alves Ferreira, Silvia Helena da Silva Figueira, Wander Irwing da Silva Teixeira e William Garcia dos Santos.

 


 

 

Comprovante de Pagamento para Ressarcimento à Saúde pode ser enviado por e-mail

 

A Divisão de Administração de Benefícios (DAB), da Diretoria de Gestão de Processos Administrativos (DGPA), informa que a partir do mês de agosto a entrega do comprovante de pagamento do plano de saúde para a obtenção do ressarcimento à saúde também poderá ser feita através do e-mail progepe.ressarcimentosaude@unirio.br, com o objetivo de facilitar e de evitar pagamentos retroativos.

Mais informações podem ser obtidas na Divisão de Administração de Benefícios (DAB) pelo telefone (21) 2542-4827.

 


 

 

 

Você conhece os benefícios do Passaporte Cultural?

 

Durante o período cultural olímpico, a Cidade do Rio de Janeiro terá uma interessante programação cultural com espetáculos, shows e exposições, além de diversos eventos em centros culturais, museus, teatros e até atividades ao ar livre. Com o passaporte cultural é possível obter descontos e  gratuidade  nesses eventos e nos parceiros de serviço que farão parte da Programação Cultural Rio. Para retirar o passaporte basta fazer o cadastro no site www.passaporteculturalrio.com e retirá-lo nos postos de distribuição ou até receber pelo correio. O Passaporte é gratuito para brasileiros e turistas pagam apenas R$15,00 (quinze reais).

 

Postos de Retirada:

 

Þ Terminal Alvorada, Barra da Tijuca - Avenida das Américas s/n, Trevo das Palmeiras, galeria do Terminal Alvorada, Barra da Tijuca.

Þ Cinelândia, Centro - Praça Floriano, s/n, em frente ao nº 31 - Cinelândia.

Þ Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro / CCBB RJ - Rua Primeiro de Março, 66 - Centro, Rio de Janeiro.

Þ Palácio Tiradentes / ALERJ - Rua Primeiro de março, s/n - Praça XV - Rio de Janeiro.

Atenção: para retirar seu Passaporte Cultural Rio é necessário apresentar o número do seu CPF acompanhado de um documento com foto. Obs.: A retirada do passaporte é pessoal e intransferível.

 

 

 Fonte: site Passaporte Cultural Rio

 



 

        

                  

     

             

 

 

                                                           

 

 

    

 

 

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST), pelo telefone (21) 2263-6911. ou através do e-mail  progepe.sast@unirio.br.

 


 

 

E d i t o r i a l

 

 

Prezados LEITORES do PROGEPE informa,

 

Finalmente, nesta edição, conseguimos homenagear uma Discente, que é aluna do Curso de Administração Pública e frequenta aulas no âmbito do CCJP  (Centro de Ciências Jurídicas e Políticas) da UNIRIO, localizado em Botafogo, na Rua Voluntários da Pátria nº 107. A nossa homenageada cumpre estágio na Unidade da PROGEPE e está lotada na DAFFP (Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente), setor integrante da estrutura organiza- cional da Diretoria de Desenvolvimento de Pessoas (DDP), sob a supervisão direta da Administradora Alessandra Fortuna.

Deste modo, queremos agradecer as Chefias imediata e mediata – DDP/DAFFP por terem endossado o convite formulado pela equipe da Gestão de Relacionamentos – GERE a estagiária JULIANA FONTENELLE POTASCHEFF. Com esta publicação da Coluna NOSSA GENTE, podemos comemorar a inserção de todas as categorias componentes de nossa FORÇA DE TRABALHO, significando, que todos possam aqui se sentir presentes e, ainda que, de forma indireta. Portanto temos até hoje a inscrição em NOSSA GENTE de 13 membros efetivos desta coluna, sendo: 5 Técnico-Administrativos; 4 Docentes; 3 Reintegrados, 1 Terceirizado e, por fim 1 Estagiária totalizando 14 pessoas.

Nossos cumprimentos a todos os servidores lotados no CCJP, que são responsáveis pelo Curso de Administração Pública, que possui as seguintes informações:

 

 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

 

 Fonte: Site da UNIRIO

 

  

Boa leitura...

 

 Elisabete Strazeri

Pró-Reitora de Gestão de Pessoas em exercício

 

 



 

A Estagiária JULIANA FONTENELLE POSTASCHEFF é discente da UNIRIO no Curso de Administração Pública, no Campus do CCJP (Centro de Ciências Jurídicas e Políticas), no bairro de Botafogo e, no momento, cursa o 6º período. Consta de seu CURRICULUM VITAE como objetivo de seu estágio na PROGEPE: “Estagiar de forma a colaborar em um ambiente de trabalho onde eu coloque em prática e aprimore meus conhecimentos, tendo como prioridade o benefício da instituição e meu crescimento pessoal e profissional”. No âmbito da PROGEPE, JULIANA faz estágio na Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente (DAFFP). Divisão integrante da estrutura organizacional da DDP (Diretoria de Desenvolvimento de Pessoas).

 

                                                  

 Juliana Fontenelle, estagiária da PROGEPE


Na Divisão em que está lotada, mediante supervisão direta da Administradora Alessandra Fortuna, Chefe da DAFFP, a aluna-estagiária participa do desenvolvimento das atribuições do setor, que faz parte da DDP, sob a coordenação geral da Diretora Monica Vetromille.

A escolha deste curso foi “sui generis”, pois de certa forma era Juliana atraída ou influenciada a seguir a carreira do seu pai engenheiro metalúrgico ou de sua mãe com formação em direito. Num primeiro momento, chegou a decidir pelo curso de engenharia de produção, devido a grade curricular ser atraente para seus anseios profissionais, tendo em vista um futuro próximo. Entretanto no início de 2013 fez sua inscrição no SISU (Sistema de Seleção Unificada) e deste modo foi “fisgada” pela ideia de cursar Administração, com ênfase em Gestão Pública. Curso este que até aquele momento não sabia de sua existência. De imediato, seguindo seu relato: PORQUE NÃO!!!!.

Assim logo após cumprir as formalidades daquele sistema, foi ultimar sua matrícula no CCJP. Mais uma surpresa: O endereço indicado Rua Voluntários da Pátria n º 107 era aquela “casinha bonitinha” que já a atraía quando às vezes por lá passava em frente daquele prédio e hoje é sua casa voltada para a graduação por ela escolhida. Informalmente, ficou claro que seu pai, engenheiro de formação, a rigor havia sugerido um caminho voltado para sua área de conhecimento, mas conclui-se que o berço da administração surgiu exatamente no campo de atuação da engenharia da produção, como sabemos foram os engenheiros de produção: TAYLOR e FAYOL os criadores da chamada Administração Científica.

 

 Alessandra Fortuna, Juliana Fontenelle e Monica Vetromille

 

JULIANA comentou sobre sua maior percepção no seu cotidiano, dentro do meio universitário e resumiu como aspecto positivo: “É a DIVERSIDADE”. Tendo estudado no pH (colégio/curso), onde todos seus colegas moravam perto do colégio, além de terem um padrão de vida razoável, no aspecto sócio-econômico, passou a conviver com muitos colegas cujas residências eram muito distante de seus domicílios, a exemplo daqueles vindos da região oeste de nossa cidade. Este contato diário fez com que aflorasse valores positivos voltados para a solidariedade e compreensão para com seu semelhante.

Outro aspecto narrando de forma peculiar foi relacionado com a semana do tradicional “TROTE”, caracterizado por ela como respeitoso e serviu bastante para uma integração mais rápida de todos. Alunos novos (calouros) e os mais antigos. “GOSTEI... GOSTEI MUITO”, declarou JULIANA. “Ponto positivo para UNIRIO”, concluiu.

Informou que a relação interpessoal entre alunos, professores, servidores técnico-administrativos e terceirizados que ocorre no cotidiano de forma salutar e todos os serviços disponibilizados para funcionamento do campus funcionam adequadamente. No entanto, fez uma ressalva importante quando constatou não existir naquela unidade da Unirio uma cantina e todos que ali estudam, trabalham ou frequentam teriam que sair pelas ruas de Botafogo para fazer lanches ou até mesmo tomar um cafezinho ou beber um refrigerante. Porém, em seguida declarou ter sido este problema suprido quando da instalação de um trailer. Portanto, problema resolvido.

Destacou também, a existência de uma empresa Junior de administração denominada PATAMAR-Consultoria instalada em sala própria no edifício anexo ao prédio principal do CCJP. Ademais, destacou orgulhosamente sua presença e participação no Encontro Nacional de Administração Pública promovido pelo atuante DAAP (Diretório Acadêmico de Administração Pública), realizado no final de 2015. Nesse evento, foram realizadas palestras sobre diferentes temas de interesse dos alunos, contando também, com a participação de discentes de outras instituições, inclusive da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

JULIANA, em sua visão holística, observa como um fator limitante o contexto atual do País, em razão da crise político-institucional, podendo dificultar o planejamento de curto prazo, mas mesmo não podendo alcançar resultados imediatos, neste cenário, ora turbulento, acredita em sua geração. Em sendo assim o mecanismo de solução passará, obrigatoriamente, por um planejamento bem elaborado visando: identificar oportunidades; aproveitar aquelas possíveis e sempre renovar o conhecimento.

Mencionou com muita propriedade e sabedoria: “Momento de crise é a melhor hora para INOVAR, no sentido de fazer escolhas na vida profissional e pessoal, temos de ter certeza do que realmente queremos, evitando trilhar caminhos errados e como consequência perda de tempo, frustração e  retrocesso”.

Elencamos algumas perguntas, feitas a nossa homenageada, diretas e objetivas de certa maneira provocativas, eis o resultado: - Uma frase? Buscar no que já comentei. – Um livro?  Prefiro não especificar, seriam muitos.   – Um lugar? MINHA CASA. Parabéns...

Comentou que a criação da PROGEPE em sua opinião foi uma decisão positiva e como sugestão abalizada comentou: “Melhorar a comunicação”.

Sua colação de grau está prevista para dezembro de 2017, mas a comissão de formatura se encontra em pleno funcionamento. Prometeu convidar o pessoal da PROGEPE, em especial aqueles lotados na DDP/DAFFP. Vamos aguardar ansiosos sua formatura...

 

 

 Juliana Fontanelle participando da reunião da equipe que faz parte da DDP


Seu grupo familiar é composto por seu pai engenheiro e professor Ricardo, sua mãe a advogada Leny e seu irmão caçula Flávio, que estuda no Colégio QI. Ao final agradeceu pela importante oportunidade de neste espaço representar o olhar do aluno sobre a universidade, bem como enaltecer o convívio profissional diário, junto a equipe da PROGEPE/DDP/DAFFP, em especial com Monica, Alessandra e a secretária Rose. Declarou que tudo está contribuindo para seu crescimento pessoal e profissional, nesta caminhada de iniciação, observando diariamente os problemas de cada um a serem resolvidos pelo setor. Sentiu em alguns casos vivenciados, o afloramento de uma taxa de estresse elevada e que às vezes não existe um agradecimento e até mesmo a compreensão dos limites pertinentes às atribuições de cada um. Mas sabe-se que existe, quase sempre soluções, sendo que fica claro a existência de fatores limitantes, concluiu Juliana.