Você está aqui: Página Inicial / Dezembro de 2016 – Ano II – Nº 020

Dezembro de 2016 – Ano II – Nº 020

Informativo Mensal – Dezembro de 2016 – Ano II – Nº 020

 

Progepe realiza evento em homenagem aos servidores aposentados

 

No dia 30 de novembro, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe) promoveu o “4º Encontro dos Aposentados da Progepe” em homenagem aos 33 servidores que se aposentaram no ano de 2016. O evento organizado pela Gestão de Relacionamentos e realizado no Auditório do Sincomam (Sindicato Nacional dos Condutores da Marinha Mercante e Afins) contou a presença do Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, Carlos Antonio Guilhon Lopes, da Diretora de Gestão de Processos Administrativos substituta, Cristiane Pereira e da Chefe da Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente, Alessandra Fortuna.

Os servidores aposentados que trabalharam em diversas unidades da Unirio como Reitoria, Instituto Biomédio, Centro de Letras e Artes, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Centro de Ciências Humanas e Sociais, Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Hospital Universitário Gaffrée e Guinle após as homenagens assistiram a palestra “Aposentei-me... e AGORA” ministrada pela Coach, Administradora e Analista em Geociências da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), Nair Fátima Gonçalves da Silva e também pela Coach e Publicitária Fernanda Gonçalves.

 

 Cristiane Pereira, Diretora de Gestão de Processos Administrativos substituta, Carlos Antonio Guilhon Lopes, Pró-Reitor de Gestão de Pessoas e Alessandra Fortuna, Chefe da Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente na mesa de abertura do evento

 

 

Kate Addum, Chefe da Divisão de Promoção à Saúde, da Progepe, parabenizou os servidores aposentados pelo trabalho desenvolvido na UNIRIO

 

 

As Coaches Nair Fátima e Fernanda Gonçalves durante a palestra “Aposentei-me... e AGORA”

 

 

A equipe da Progepe com alguns dos servidores homenageados no evento

 


 

Progepe promove Campanha Novembro Azul

 

O Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), realizou no dia 29 de novembro na Unidade da Progepe a Campanha Novembro Azul com o objetivo de divulgação e conscientização sobre o Câncer de Próstata. A equipe do SAST distribuiu material informativo nos setores e o  broche azul, símbolo da campanha. A Enfermeira, Aline Lima, da equipe do SAST, ministrou palestra sobre o tema na Sala de Atendimento da Progepe. 

 

 A enfermeira Aline Lima e a psicóloga Viviane Abdalla distribuindo material informativo no Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT)



Aline Lima ministrando palestra sobre o Câncer de Próstata

 

 

 Servidores da Progepe aderiram à Luta contra o Câncer de Próstata



 Equipe da Progepe participa da Campanha Novembro Azul




 

Progepe prorroga prazo para envio da Avaliação de Desempenho

 dos Servidores Técnico-Administrativos

 

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe) prorrogou para o dia 22 de dezembro de 2016 o prazo para envio da Avaliação de Desempenho 2016 dos servidores técnico-administrativos. Segundo o Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT), responsável pelo processo, até agora, somente 41,7% dos servidores ainda não responderam ao formulário no sistema.

A avaliação deve ser acessada no site www.unirio.br/progepe. Todos os servidores técnico-administrativos que ingressaram na Unirio até 7 de agosto de 2016 devem respondê-la, incluindo os reintegrados e aqueles que se encontram no topo da carreira. O servidor só terá acesso para realizar a sua autoavaliação após a respectiva chefia finalizar o preenchimento. Para acessar o formulário, o servidor e sua chefia deverão utilizar os mesmos dados de acesso ao Portal de Identidade da Unirio (ID UNIRIO), ou seja, os mesmos usuário (CPF) e senha cadastrados nessa página.

Em caso de dúvidas em relação à listagem da equipe de trabalho apresentada, a chefia deverá comunicar imediatamente ao SAAPT, por meio do próprio sistema de avaliação, para que sejam analisados os casos e efetuadas as correções, se necessário. O servidor deverá checar com a chefia se ele consta na listagem da equipe a ser avaliada. O SAAPT aproveita para destacar que, em virtude da situação atual dos dados cadastrais no SIE, a Avaliação de Desempenho para os servidores do HUGG será realizada em período a ser divulgado posteriormente.

Os dados informados na Avaliação de Desempenho são fundamentais para o direcionamento de ações coletivas da Progepe que possibilitem melhorias das condições de trabalho em toda a Unirio. Além disso, é por meio de avaliação positiva que cada servidor poderá receber a Progressão por Mérito. Desse modo, os servidores que não finalizarem a avaliação até o prazo indicado não irão progredir no período correto.

O SAAPT desenvolveu um vídeo explicativo no YouTube sobre o tema, que pode ser acessado pelo link https://www.youtube.com/watch?v=SSLEAf3VFuk.  

 

 

Vídeo explicativo da Avaliação de Desempenho 2016 elaborado pelo SAAPT no Canal YouTube

 

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) pelo telefone (21) 2542-5523 ou pelo e-mail progepe.saapt@unirio.br.

 


 

 

Servidor reintegrado recebe homenagem da Progepe

 

O Administrador e servidor reintegrado, José Antônio de Oliveira, lotado na Gestão de Relacionamentos da Progepe, recebeu no dia 15 de dezembro do Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, Carlos Antonio Guilhon Lopes, placa em homenagem aos serviços prestados em prol do desenvolvimento e expansão da Unirio.

Desde 2009, cedido para a Unirio, pelo Ministério de Minas e Energia (MME), José Antônio tem desenvolvido projetos de expansão da Universidade através da negociação junto ao Serviço de Patrimônio da União (SPU/RJ) de um contrato em regime de comodato de longo prazo de duas unidades administrativas para a Unirio no Centro do Rio de Janeiro, uma na Avenida Presidente Vargas, nº 446, 19º, 20º e 21º andares, onde se localiza a unidade da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e a outra na Avenida Rio Branco, nº 135, 12º e 13º andares, que abriga diversas unidades como Engenharia, Procuradoria, Auditoria, Coordenação de Relações Internacionais, Patrimônio, além de outros setores.

 

 O Administrador José Antônio de Oliveira recebendo a placa do Pró-Reitor de Gestão Pessoas, Carlos Antonio Guilhon Lopes



Placa da Progepe de homenagem ao servidor José Antônio

 

 

Edifício Delamare, na Av. Presidente Vargas, nº 446

 

 

 Edifício Guinle, na Av. Rio Branco, nº 135






 

SFP realiza parte do Plano Anual de Capacitação 2016

 

No segundo semestre de 2016, o Setor de Formação Permanente (SFP), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), executou mais uma parte do Plano Anual de Capacitação 2016. Foram oferecidos os cursos de Metodologias Participativas para Gestores e o curso de Melhorias de Processos, ambos ministrados pelo Professor Antônio Andrade; o curso de Redação Oficial e Concordâncias ministrado pela Técnica em Assuntos Educacionais Flávia Varriol e o curso de Acesso e Preservação de Documentos Eletrônicos ministrado pelas Arquivistas Fabiana Patueli e Priscila de Freitas.

Em relação aos cursos internos, foram capacitados 28 servidores no segundo semestre, sendo um total de 115 no exercício de 2016. A UNIRIO estabelece em seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), desenvolver uma política de capacitação permanente de servidores técnico-administrativos. E é por esse motivo e também para atender às exigências do Plano Nacional de Desenvolvimento Profissional dos servidores integrantes do PCCTAE, que o SFP, apesar de todas as dificuldades enfrentadas, continua reunindo esforços para promover o desenvolvimento dos servidores.

Segundo depoimentos de servidores que participaram dos cursos: "Desde a inscrição no curso fiquei muito feliz pela oportunidade, visto que sempre observei a necessidade de melhorias no meu setor. Participar me possibilitou entender de que forma realizar o mapeamento de processos e, a partir disso, analisar os mapas no intuito de melhorar a qualidade do serviço através  do seu detalhamento prévio", explicou Juliana Costa, Assistente em Administração, da Escola de Medicina e Cirurgia.

"Espero que este tipo de capacitação continue sendo desenvolvida, principalmente, com mais frequência e maior divulgação, pois acredito que muitos dos problemas da Instituição podem ser solucionados com o compartilhamento do conhecimento relativo à gestão”, disse Klarissa Dantas, Engenheira Civil, da Coordenadoria de Engenharia.

"Participei do curso de Redação Oficial e Concordância, ministrado pela professora Flávia Varriol. O curso superou minhas expectativas e com certeza usarei os ensinamentos do curso no ambiente profissional. As aulas foram muito dinâmicas, sempre com materiais preparados pela professora e muitos exercícios, o que ajudam muito a fixação. Parabenizo a Progepe pela iniciativa de oferta de cursos de capacitação aos funcionários, os mesmos serão sempre necessários no aprendizado e reciclagem dos servidores”, segundo Priscila das Neves Pereira, Engenheira Civil, da Coordenadoria de Engenharia.

"O curso atingiu plenamente as expectativas que tínhamos no que tange ao refinamento do português, através da recapitulação das regras de concordância estudadas, bem como o aprendizado das normas de redação através do manual de redação da Presidência da República, o qual nos deu uma visão mais ampla quanto a maneira de redigir documentos oficiais aos nossos pares, como também a autoridades superiores. Fica, da parte desse que faz essas observações, o pedido de que outros cursos, que visem preparar melhor nós servidores no desempenho de nossas funções, sejam oferecidos para benefício não só nosso como profissionais como também da própria instituição”, concluiu Paulo Cesar Silva, Assistente em Administração, do Instituto Biomédico.

  


 

 

 

 

CCBB  promove espaço “Reinventando o Natal”


Será que o Natal é comemorado da mesma forma em todos os lugares do Brasil? O Programa CCBB Educativo convida você a reinventar os símbolos natalinos. Nesse espaço serão produzidos  novos objetos que podem ganhar diferentes significados. O projeto acontece de 19 a 30/12 (exceto dias 20, 24, 25 e 27), às 12h e às 17h, no 3º andar. Classificação indicativa: Livre.

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) fica localizado na Rua Primeiro de Março, 66 - Centro e funciona de quarta a segunda, das 9h às 21h. Mais  informações pelo telefone  (21) 3808-2020  ou  pelo  e-mail:  ccbbrio@bb.com.br.

 


 

 

 

 Assédio Moral

  consequências na saúde e no ambiente de trabalho

 

O que se observa nas relações de trabalho é que a vivência desse tipo de situações gera danos psíquicos e físicos ao trabalhador no seu dia a dia. De uma maneira geral, a humilhação e situação constrangedora prolongada interferem diretamente na vida do trabalhador, sendo que muitas vezes atingem as suas relações sociais e afetivas, assim como a sua própria dignidade, e trabalhar se torna um pesadelo na sua vida.

Essa situação pode acarretar sérios danos à saúde mental e física e também agravar doença pré-existente. Os agravos à saúde do trabalhador podem evoluir para um quadro de incapacidade laboral e até mesmo para um quadro de depressão e mortificação (‘morte em vida’). Esse processo compromete a imagem do trabalhador, provocando angústia, medo, ansiedade, depressão, insegurança e fragilização e pode criar condições para o surgimento de ideias, ideação suicida e, no ponto extremo, suicídio (‘morte de si’). O sofrimento psíquico, muitas vezes, é invisível. Entretanto, os danos são reais, marcantes e são presentes na vida do trabalhador.

O Assédio Moral faz com que a vítima perca o interesse em trabalhar, deixando-a totalmente desestabilizada emocionalmente. Isso interfere negativamente no ambiente de trabalho e diminui a qualidade e a eficiência do trabalho. Estudos indicam que o assédio moral no serviço público não está relacionado à produtividade (tal qual no setor privado, diretamente produtivo para o capital), mas a disputas de poder, hierarquização e inabilidade de pessoas que ocupam cargos de chefia e comando.

As novas formas de gestão do trabalho propiciam e repercutem negativamente nas relações humanas de trabalho. Para alguns pesquisadores, o assédio moral não é um ‘acidente’: ao contrário, funciona como uma ‘ferramenta’ de domínio que afeta diretamente as relações de trabalho. Em síntese, o assédio Moral consiste na exposição do trabalhador a situações constrangedoras, humilhantes e de maneira repetitiva e prolongada durante o período de trabalho e no exercício de suas funções.

O Assédio Moral se instala quando há relação vertical e, entre as partes, o diálogo se torna impossível e a palavra daquele que é agredido não consegue fazer-se ouvir. É indispensável o respeito ao diálogo e uma comunicação verdadeira e sem ambiguidades. Contudo, é importante que, no exercício do Serviço Público, se compreenda que o ‘trabalho’ (diferentemente da relação ‘emprego’) é uma atividade humana essencial e constitutiva do ser social.

A diminuição da violência no trabalho (setor público) depende do esforço da instituição em criar ambientes que favoreçam a reflexão (principalmente sobre o sentido do trabalho), a participação, a transparência, o respeito mútuo, a valorização do trabalhador, o respeito à diversidade etc. Todavia, é preciso tomar consciência de que o processo de alienação e estranhamento e de precarização do trabalho humano é o que está na base do sofrimento, ou seja, é o verdadeiro ‘x’ do problema do assédio moral.

 

Referências:

BARRETO, Margarida Maria Silveira. Sintomas do assédio moral na saúde. http://www.assediomoral.org/site/assedio.

HELOANI, Roberto. Assédio Moral: a dignidade violada. Aletheia,22: 101-108, 2005.

HIRIGOYEN, Marie-France. Assédio moral: a violência perversa no cotidiano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

SOUZA, Terezinha Martins dos S. & DUCATTI, Ivan. Rebatimentos do assédio moral no trabalho sobre o processo de alienação dos/as trabalhadores/as. ADvir, 33: 7-24, 2015.

Presidência da República Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990.

 

 


 

 

 EDITORIAL

  

Prezados LEITORES do PROGEPE informa,

 

Enfim estamos chegando ao término de mais um ANO.  Sabemos que não é tarefa fácil cumprir com todos nossos deveres e obrigações profissionais para com a Comunidade Universitária da UNIRIO, mas estamos certos do dever cumprido. Para o ano 2017 que se aproximam a “passos largos”, nossas tarefas serão maiores e talvez mais complexas face às mudanças já anunciadas pelo poder central na área da EDUCAÇÃO e, certamente, acarretará maior empenho de nossos colaboradores no sentido da busca de novos conhecimentos através da constante necessidade de aperfeiçoamento, exigindo um esforço maior no sentido de se capacitar e qualificar cada vez mais.

Assim a PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS, nossa PROGEPE criada em 12/12/2013, caminha para o seu 4º ano de atividades ininterruptas e já possui um corpo de profissionais  que se dedicam e se  preocupam com todo Pessoal desta GRANDE FAMÍLIA, que é a  UNIRIO. Então podemos dizer em síntese como “slogan” de nossa gestão: O CAPITAL HUMANO EM PRIMEIRO LUGAR, dentro do conceito moderno de VISÃO; MISSÃO e dos VALORES pertinentes. Esta família denominada FORÇA DE TRABALHO é composta por DOCENTES; TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS; REINTEGRADOS; TERCERIZADOS; SERVIDORES TEMPORÁRIOS e, também, nossos BOLSISTAS e ESTAGIÁRIOS merecem nosso reconhecimento pelo trabalho que realizam em prol da EDUCAÇÃO e da SOCIEDADE em geral. Portanto nossos parabéns.

 

Carlos Antonio Guilhon Lopes

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

 

 

 

 

 


 

 

 

Neste mês de dezembro optamos por homenagear toda a Comunidade da Unirio e para ilustrar essa homenagem escolhemos a foto da equipe da Progepe, que foi tirada na inauguração desta Pró-Reitoria, onde também participaram o Reitor, Prof. Dr. Luiz Pedro San Gil Jutuca e o Vice-Reitor, Prof. Dr. Ricardo Silva Cardoso. Além disso, relembramos a galeria de fotos dos que já foram homenageados nesta coluna. Deste modo, esperamos que todos os integrantes da Comunidade Universitária da Unirio se sintam homenageados.

 

 

                                                                  

 Equipe da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas durante a inauguração da Progepe