Você está aqui: Página Inicial / Outubro de 2016 – Ano II – Nº 018

Outubro de 2016 – Ano II – Nº 018

Informativo Mensal – Outubro de 2016 – Ano II – Nº 018

 

 

PROGEPE realiza evento em comemoração pelo Dia do Servidor Público


Durante os dias 5, 6 e 7 de outubro, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) promoveu o evento em comemoração ao Dia do Servidor, no auditório Vera Janacopulos, no Campus da Reitoria, na Urca. O encontro realizado pela Gestão de Relacionamentos (GERE) contou este ano com a parceria do Setor de Formação Permanente (SFP) e teve novidades como o I Ciclo de Palestras Servidor em Foco, a  I Feira de Talentos dos Servidores da Unirio, além das premiações do Banco de Ideias e da 2ª Edição do Concurso de Fotografias “Por seu olhar, servidor”.

 

Cerimônia de Abertura do evento Dia do Servidor presidida pelo

Vice-Reitor da UNIRIO, Prof. Dr. Ricardo Silva Cardoso

 

Foram realizadas palestras com os temas “Educação Superior em Perspectiva” ministrada pelo Prof. Dr. Antônio José Barbosa de Oliveira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pelo Prof. Dr. Rodrigo Castelo (UNIRIO); “Gestão por Competências nas Universidades Públicas Federais — Caso de Implantação na UFF” proferida pelo Prof. Dr. Marcos Brauer Gomes (UNIRIO); Aline Marques, da Universidade Federal Fluminense (UFF); Leacyr Santos (UFF); Silvia Helena, da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Técnico-Administrativos em Educação da UNIRIO (CIS) e por Mariana Flores, do Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) e “Comunição Interna na UNIRIO” apresentada pela Coordenadora de Comunição Social da UNIRIO, Renata Leão; pela jornalista da COMSO Liliana Valejo e pela Gestora de Relacionamentos da PROGEPE, Graziella Cataldo.  

 

Palestra sobre “Educação Superior em Perspectiva” com o Prof. Dr. Antônio

Oliveira (à esquerda), a mediadora Mônica Vetromille e o Prof. Dr. Rodrigo Castelo

 

 Leacyr Santos (UFF) ministrando palestra sobre Gestão por Competências

 

 A mediadora Elisabete Strazeri abrindo a palestra sobre Comunicação Interna na UNIRIO

 

O evento contou com a apresentação musical da pianista e servidora aposentada da UNIRIO Profa. Cecília Guimarães, da pianista e professora aposentada da UFRJ Maria Helena de Andrade e o Grupo PRO ARTE, que fizeram uma  homenagem aos 150 anos de nascimento do compositor Erik Satie.  A servidora da UNIRIO e cantora Valéria Lobão apresentou clássicos de Noel Rosa e o cantor e Prof. Dr. André Gardel (UNIRIO) cantou sambas de raiz e músicas de sua autoria. O encontro também teve a apresentação de humor do servidor da UNIRIO, Paulo Ferreira.

 

Apresentação das pianistas Cecília Guimarães, Maria Helena

de Andrade e GRUPO PRO ARTE

 

Valéria Lobão cantou músicas do seu álbum

“Noel Rosa, Preto e Branco”

 

O Prof. Dr. André Gardel apresentou músicas de sua autoria

 

O servidor Paulo Ferreira fez apresentação de humor

sobre a vida do servidor público

 

Premiação do Concurso de Fotografia “UNIRIO: Um lugar, vários olhares”

No dia 6 de outubro foi realizada a premiação do concurso de fotografia “Por Seu Olhar Servidor”, que teve como tema desta 2ª edição “UNIRIO: Um lugar, vários olhares”.  Os servidores vencedores foram: 1º lugar com 46,46% dos votos, a Auxiliar de Enfermagem do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), Cintia Alves de Andrade, com 15,15% dos votos o 2º lugar foi para a Professora do DCN/Instituto de Biociências, Maria Eugênia Sena e o 3º lugar com 14,14% dos votos para a Assistente em Administração da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PROPG), Luciene Pereira Nunes.


 Tathiana Teixeira e Silva Elana, do Setor de Formação Permanente,

entregam o prêmio para a vencedora do 3º lugar do concurso

de Fotografia Luciene Pereira Nunes

 

Fotos vencedoras do Concurso de Fotografia “UNIRIO: Um lugar, vários olhares”

 

 1º lugar

 

  

 2º lugar


 3º lugar


 

Premiação do Banco de Ideias

 

No último dia de evento, 7 de outubro, ocorreu a premiação do Banco de Ideias, que teve como 1º lugar Regina Oliveira de Almeida; 2º lugar Regiane Cristina Lopes da Silva; 3º lugar Gabriella Martins Praça; 4º lugar Laffayete de Souza Alvares Jr e em 5º lugar Jorge Baptista Soares. O tema desta 1ª Edição foi sobre Avaliação de Desempenho e teve a coordenação técnica do Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT). Este projeto vinculado à Gestão de Relacionamentos (GERE) tem como objetivos principais delegar competência à comunidade universitária para participação no aperfeiçoamento do processo de desenvolvimento da UNIRIO, bem como o reconhecimento do valor das ideias e de suas possíveis aplicabilidades.


 Carlos Guilhon, Pró-Reitor de Gestão de Pessoas; Prof. Dr. Ricardo Cardoso,

Vice-Reitor da UNIRIO; Mariana Flores, Coordenadora da Comissão

do Banco de Ideias; Rodrigo Ferreira, do SAAPT e Graziella Cataldo,

da GERE, durante a premiação do Banco de Ideias


 Prof. Dr. Ricardo Cardoso, Vice-Reitor da UNIRIO, entregando a  

premiação para a vencedora do 1º lugar do Banco de Ideias,

Regina Oliveira de Almeida

 

 

Nos três dias de evento foi realizada a I Feira de Talentos dos Servidores da Unirio no Hall do Auditório Vera Jancopulos, onde os servidores puderam expor aptidões que vão além das atividades funcionais. A Prof. Dra. da Escola de Nutrição, Rinaldini Coraline montou diversos tipos de ikebanas para oferecer aos servidores. Ikebana é a arte de montar arranjos de flores, com base em regras e simbolismo preestabelecidos. Ikebana é um termo em japonês que significa flores vivas.

 

 

 Profa. Dra. Rinaldini Coraline montando as ikebanas



 DTIC participando do evento Dia do Servidor em

parceria com a PROGEPE

 

A Assistente Social Vivian Mattos, do Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT), fez uma exposição de quadros de sua autoria e brownies. Como aptidões dos servidores, também foram expostos os pães artesanais confeccionados pela Profa. da Escola de Educação, Andrea Thees e os pães de mel da servidora da PROPG Andrea Vazquez. O encontro também contou a participação da Associação dos Servidores Municipais, Estaduais e Federais do Rio de Janeiro (ASSIST) e da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação da UNIRIO (DTIC), que realizou o cadastro do e-mail institucional da UNIRIO para os servidores. Além das palestras, apresentações musicais os servidores comemoraram o seu dia participando do sorteio de diversos brindes como cadeiras de praia, toalhas, kits de corrida, ikebanas, pães artesanais e CDs.

 

 

 Exposição de quadros e brownies da Assistente Social

 Vivian Mattos, do SAAPT


 Servidora Ana Cristina Von Calmbach, do Setor de Formação Permanente

recebendo o pão artesanal confeccionado pela Profa. Andrea Thees,

da Escola de Educação e pelo sócio Liôr Messer

 

 

 Servidor Bruno Tavares, da DTIC, recebendo o prêmio do sorteio da Assist

 

 Sorteio de brindes aos participantes do evento Dia do Servidor

 

 


 

 UNIRIO renova termo de adesão com a Aliança

 

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) informa que a universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) assinou termo de renovação da adesão do acordo de parceria celebrado entre o Ministério da Educação e Aliança Administradora de Benefícios de Saúde LTDA para a prestação de serviços de saúde suplementar aos servidores ativos, inativos e seus dependentes e aos pensionistas.

Mais informações podem ser obtidas no site da Aliança www.aliancaadm.com.br/mec ou na Divisão de Administração de Benefícios (DAB) pelo telefone (21) 2542-4827 e através do e-mail progepe.dab@unirio.br.

 

 

 



 

HUGG realiza reformas e amplia atendimentos

  

O Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG) que é um Órgão Suplementar à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) tem passado por uma reestruturação administrativa e gerencial desde 2014, quando assumiu a nova gestão. Essa administração tem realizado um trabalho de pesquisa, análise e diagnóstico de situação gerando resultados positivos como a ampliação do número de atendimentos, internações, cirurgias e aquisição de novos equipamentos.

 

 

 Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG)

 

A Direção do HUGG composta pelo Diretor, Dr. Fernando Ferry; pelo Superintendente Médico, Dr. Max Kopti; pelo Superintendente de Enfermagem, Daniel Aragão e pelo Superintendente Administrativo, Sebastião Barbosa comemora a nova fase do HUGG. De janeiro a junho de 2016, o número de internações aumentou aproximadamente 13%. Em relação ao Hospital-dia, o acréscimo foi de 100% como demonstra a tabela abaixo:

 

 

De acordo com o Superintendente de Enfermagem, Daniel Aragão, está sendo feito um trabalho de diagnóstico com a instrumentalização de dados gerenciais mais concretos. Há um trabalho de mudança de uma cultura hegemônica para a colegiada. Em decorrência, institui-se a organização em colegiados cirúrgico, clínico e de gestão. Ainda segundo Daniel, o objetivo é tentar minimizar os gastos e não diminuir o ensino e a assistência.


 Dr. Max Kopti, Superintendente Médico; Dr. Daniel Aragão, Superintendente

de Enfermagem; Eduardo de Souza, Chefe da Divisão de Pessoal do HUGG;

Messias Oliveira, Secretário da Diretoria do HUGG e

Sebastião Barbosa, Superintendente Administrativo

 

 

Dr. Fernando Ferry, Diretor do HUGG (à direita)

com a equipe do Gabinete da Direção do HUGG

 

O Superintendente Médico Max Kopti, esclarece que desde 2015 está sendo construído um trabalho de reestruturação do HUGG para atender aos padrões do SUS (Sistema Único de Saúde). Explicou ainda que o HUGG tem a Prefeitura como Gestor Pleno. Segundo Max, o intuito é transformar as adversidades em oportunidades e ressaltou a importância de integrar outros segmentos da Universidade com o Hospital, como as escolas de  Nutrição, Turismo, Biomedicina, Enfermagem, Arquivologia, Direito, Administração Pública e outras unidades acadêmicas. Como gestora, a Prefeitura do Rio de Janeiro tem como visão assegurar a saúde integral e universal com qualidade a todos os cidadãos do município do Rio de Janeiro, exercendo a função de gestor pleno do Sistema Único de Saúde.

 

 Fonte: Direção HUGG

 

O Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG) tem como missão promover assistência à saúde com excelência, formar e qualificar recursos humanos para a valorização da vida e produzir conhecimento de forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida do cidadão. Abriga cursos de graduação e pós-graduação da Escola de Medicina e Cirurgia, da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, da Escola de Nutrição e do Instituto Biomédico. Mantém a integralidade de suas ações voltadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), particularmente nas áreas de média e alta complexidade, ambulatorial e hospitalar. Desde 2015 tem sido realizado um trabalho de readequações de espaços e melhora físico-estrutural, além da reestruturação gerencial.

Foram realizadas reformas na 6ª Enfermaria, no laboratório de radiologia e também a aquisição de dois  novos  aparelhos de raios-X, após 21 anos de uso. Obras no prédio do Arquivo Central e Nosológico, na Clínica Médica C, no Centro de Estudos da Dermatologia, na Sala da Escola de Enfermagem, no Anfiteatro, na Farmácia que agora dispõe de dois consultórios, além da construção de  uma sala de coleta.

 

 

 Reforma da 6ª Enfermaria com ventilador de teto e ar condicionado split

 

 

 5ª Enfermaria que será reformada


Laboratório de Raios-X com novo equipamento


 Novas instalações do Arquivo Nosológico com as documentações dos

pacientes e prontuários médicos

 

 Reforma da Lavanderia

 

 Arquivo da Dermatologia

 

 

 Sala da Escola de Enfermagem


 Atendimento na Farmácia que conta com dois consultórios


Construção da Sala de Coleta

 

Um dos destaques é o laboratório de imunologia que era de rotina e passou a ser o laboratório de pesquisa em imunologia e AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida), que realiza exames para 10 municípios, em parceira com outras instituições, além de exames de quantificação de carga viral para HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana), Zika Vírus e doenças sexualmente transmissíveis. A Sala de Genotipagem faz exames de acompanhamento de pacientes de HIV, podendo até realizar exames de paternidade. Aquisição de novos equipamentos como o freezer de menos 80 graus para estocagem de material, reagentes e amostras e a aquisição da máquina Milli-Q, que produz água de alto grau de pureza para a realização dos exames, tudo respeitando os padrões e normas da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

 

 Anderson Tavares, técnico de laboratório e biólogo analisando

exames de citometria de fluxos para acompanhamento de

pacientes com HIV na Sala de Genotipagem

 

 

Equipamento de automatização de HIV

 

 Sala de Genotipagem com equipamento que realiza até exame de paternidade

 

Área de produção de água de alta qualidade e esterilização de material.

Mili-Q que produz água de alto grau de pureza para exames e

Máquina de fazer gelo, para refrigeração de reagentes

 

Destacam-se as novas instalações da Agência transfusional do HUGG que ficava em outro prédio do hospital e que é responsável pelo preparo das transfusões de sangue das bolsas que vêm do Hemorio (Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti), fazendo a prova com a compatibilidade do paciente. Como é uma Unidade Hemoterapica, tem como função, armazenar sangue e seus derivados, realizar exames imuno-hematólogicos pré transfusionais, liberar e transportar os produtos sanguíneos para as transfusões nos setores do Complexo Hospitalar. Uma das novidades também são as salas de sono, para realização de exames como de apneia, através do monitoramento do paciente por câmeras, incluindo o Laboratório do Sono, que realiza pesquisas relacionadas às doenças do sono.

 

 Equipe da Agência Transfusional

 

 Sala do Sono utilizada nos exames de apneia

 

A equipe da Divisão de Infraestrutura e Logística do HUGG, composta pelo Chefe André Luis Gomes, Sandro Luiz de Souza, Tiago de Souza, Adriana Mendes de Lima, Fabrício Oliva, Renan Alves e Bruno Monteiro Dantas, foi a responsável pelo acompanhamento e supervisão das obras realizadas no HUGG, que contou com os recursos do Rehuf (Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais), do FNS (Fundo Nacional de Saúde) e da UNIRIO (universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro).

 

 Tiago de Souza, Sandro Luis de Souza, Fabrício Oliva,

Adriana Mendes de Lima e Renan Alves fazem parte

da equipe da Divisão de Infraestrutura e Logística do HUGG

 

O HUGG aderiu à Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) em dezembro de 2015, que realiza o trabalho de orientação técnica, de qualificar a Gestão para se enquadrar aos padrões do SUS, conforme instrumento contratual assinado entre as partes. A empresa pública Ebserh foi criada pelo Poder Executivo através da Lei nº 12.550, de 15/12/2011 e tem por finalidade com base em seu art. 3º “a prestação de serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade, assim como a prestação às instituições públicas federais de ensino ou instituições congêneres de serviços de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão, ao ensino-aprendizagem e à formação de pessoas no campo da saúde pública, observada, nos termos do art. 207 da Constituição Federal, a autonomia universitária”.

 


 

SAAPT realiza novas reuniões para construção de Guias de Orientações

sobre as atividades dos cargos de Assistente em Administração e

Técnico em Assuntos Educacionais


O Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), realizou nos últimos meses uma série de reuniões com servidores da Universidade, com o intuito de consolidar o debate já em curso para a construção de Guias de Orientações sobre as atividades relacionadas aos cargos de Assistente em Administração e de Técnico em Assuntos Educacionais.

Neste momento, a discussão referente ao Guia de Orientações sobre as atividades do Assistente em Administração está direcionada aos ocupantes deste cargo que estão lotados nas secretarias do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCH) e seus gestores. Foram realizadas duas reuniões nos dias 25/08 e 29/08, que contaram com a parceria do Diretor de Políticas, Normatização e Registros Acadêmicos de Graduação (DIPRAG), da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), Angelo Telesforo Malaquias, que fez a leitura do material compilado a partir dos encontros anteriores e problematizou as atividades das secretarias que poderiam ou não ser de responsabilidade dos Assistentes em Administração. Como encaminhamento, a PROGRAD fará uma análise criteriosa de todas as atividades realizadas pelo cargo em relação às normas e legislações vigentes sobre o assunto e auxiliará o  SAAPT e os demais participantes na finalização do referido documento. O material construído será utilizado como base para a ampliação do assunto nos demais Centros.

O debate referente ao Guia de Orientações sobre as atividades do Técnico em Assuntos Educacionais (TAE), iniciado em 2015, teve sua sequência com a realização de três novos encontros, nos dias 11/07, 18/07 e 14/09, com a participação dos gestores das áreas acadêmica e administrativa da Universidade que possuem o referido cargo em seus setores e também daquelas chefias que, pelo perfil pedagógico das atribuições de suas Unidades, poderiam contar futuramente com esse profissional em seus quadros. Nessas reuniões, os gestores da área administrativa tiveram espaço para apresentar as atribuições de seus setores e apontar também quais as atividades que o TAE pode desenvolver nesses locais. Como encaminhamento, o mesmo exercício está sendo realizado com os gestores da área acadêmica para que, a partir da consolidação de todos os dados, todos os envolvidos possam coletivamente revisar e aprovar o documento.

  


 

 

 

 

MAR oferece entrada gratuita para os servidores

 

Em homenagem ao Dia do Servidor Público, comemorado no dia 28 de outubro, o Museu de Arte do Rio (MAR) presenteia com os servidores com a entrada gratuita na última semana do mês, de 23 a 30 de outubro.  Servidores municipais, estaduais e federais terão gratuidade no museu, assim como todos os terceirizados do serviço público. É só apresentar a carteirinha funcional ou o contracheque na bilheteria do museu para ter direto ao seu ingresso e ao de mais três acompanhantes. O MAR fica localizado na Praça Mauá, nº 5, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 3031 2741 ou através do site http://www.museudeartedorio.org.br.

  


 

 

 

 

  

 

O Câncer de Mama ainda mata muitas mulheres no mundo e no Brasil, mas essa realidade pode ser modificada quando o seu diagnóstico é feito precocemente. Por isso esteja em dia com as consultas ginecológicas!  No Sistema Único de Saúde o público prioritário para a realização da mamografia é composto de mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos de idade, o qual apresenta maior incidência do Câncer. Mas além das consultas você pode realizar o autoexame de mama independente da idade.

 

 

 

A atenção básica oferece consulta ginecológica e encaminhamentos para exames de imagem. Além do SUS há clínicas que oferecem esses exames a preços populares. Não deixe de realizar o autoexame e mantenha anualmente as suas consultas ginecológicas em dia.

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST), pelo telefone (21) 2263-6911. ou através do e-mail  progepe.sast@unirio.br.

 


 

 

 

 

A coluna Nossa Gente do mês de outubro, mês em que se comemora o Dia do Servidor e o Dia dos Professores está muito bem representada pela Diretora da Biblioteca Central da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO),  Márcia Valéria da Silva de Brito Costa. A Gestão de Relacionamentos e a PROGEPE agradece mais uma vez por ter aceito o convite e pela parceria como colunista do nosso informativo do mês de abril de 2016, em comemoração pelo 1º ano de publicação do PROGEPE informa em que escreveu o texto “A busca pelo equilíbrio da Comunicação”. 

 

 

 Márcia Valéria, Diretora da Biblioteca Central da UNIRIO

 

Márcia Valéria é servidora da UNIRIO desde 1993, vindo transferida da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFFRJ) onde ingressou em 1989. A vida acadêmica e profissional sempre foi nas Instituições Federais Públicas de Ensino. Cursou o primeiro grau na Rede Municipal do Rio de Janeiro e o segundo grau no Colégio Pedro II, onde ingressou por concurso público em 1982. Se formou como Bacharel de Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense em 1988. Fez estágio na biblioteca da Escola de Comunicação da UFRJ e no Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional. Nos primeiros meses de formada trabalhou em projetos particulares, como a organização da biblioteca do Dr.º João Sérgio Marinho e o projeto para organização dos folhetos de equipamento da Fábrica Carioca de Catalizadores (FCC). Quando se preparava para iniciar o trabalho na FCC surgiu, a convite da professora Heloísa Rios Gusmão (UFF), uma proposta para ingressar num projeto da FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos). Este projeto trabalhava a Memória Institucional da FINEP e a própria memória científica nacional que consistia em analisar a área de conhecimento e a finalidade dos projetos de pesquisa apresentados a Instituição, assim como a microfilmagem dos documentos. Trabalhou 6 meses só saindo para ingressar no quadro de funcionários da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, através, mais uma vez, de concurso público.

Ao final do ano de 1989, iniciava a carreira de bibliotecária de Universidade Federal. Devido a colocação no concurso, 2ª lugar,  foi convidada a assumir a responsabilidade cumulativa de dois Setores de atividades administrativas da Biblioteca Central da UFRRJ. A frente do Setor de Formação e Desenvolvimento do Acervo e Permutas e Doações, desenvolveu as atividades de: Planejamento, coordenação e supervisão das atividades de Permuta, Seleção e Aquisição de material bibliográfico monográfico e periódicos, Registro das publicações a serem incorporadas ao acervo controlando a baixa de obras danificadas ou em desuso, e solicitando registro no Patrimônio da Universidade. Também implantou o controle  automatizado das sugestões de obras para futuras aquisições do Setor.

Em razão do desempenho a frente dos dois Setores foi indicada como Chefe substituta da Seção de Processamentos Técnicos da Biblioteca Central, que exerceu até mudar da área administrativa para a de atendimento ao público em 1991, quando assumiu o Setor de Periódicos. Neste Setor as atividades eram voltadas para o atendimento das demandas do público usuário da biblioteca e do público externo através de participação em Programas Nacionais de Recuperação da Informação. Com destaque para as atividades de alimentação, de forma automatizada, do Catálogo Coletivo Nacional de Publicações Seriadas (CCN), os levantamentos bibliográficos em bases de dados e a reformulação do serviço de indexação de artigos de periódicos.

Em paralelo a estas atividades, foi encarregada de implantar a Coordenação de Automação da Biblioteca, onde pode planejar e executar alguns serviços de  referência (atendimento ao público), e serviços administrativos entre eles: implantação de Centro de Processamento de dados da biblioteca; implementação do software MicroIsis para gerenciamento de material bibliográfico; implantação de acesso online, a bases de dados nacionais, através da REMPAC 2000; lançamento do catálogo de teses da biblioteca; elaboração dos projetos internos e externos a Universidade, entre eles o de um núcleo de Informação em Ciência e Tecnologia (SPA) projeto do PADCT II, e criação da rede interna informatizada da biblioteca, ligada a rede RURAL da própria UFRRJ.

Em decorrência dessas atividades desenvolvidas, foi nomeada diretora substituta, com dois trabalhos em destaque: Participação em Comissão responsável pela atualização do projeto arquitetônico de construção do anexo da Biblioteca Central e participação em comissão responsável pela elaboração da proposta ao programa PADCT II - subprograma: Química e Engenharia Química na área de informatização e fortalecimento do acervo. Nesta Instituição teve a primeira experiência formal  de docente, convidada pelo Departamento de Recursos Humanos ministrou por duas vezes o curso de Introdução às Técnicas de arquivo. Participou também do Comitê Editorial como revisora técnica da publicação Anais do Workshop sobre recuperação de áreas degradadas.

Devido a distância e as quatro horas por dia gastas em locomoção, decidiu em fevereiro de 1993 pela transferência para a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Ao ingressar no Sistema de Bibliotecas da UNIRIO, foi trabalhar na Biblioteca Central inicialmente como bibliotecária da Divisão de Processamento Documental, na atividade de bibliotecária catalogadora e classificadora. Posteriormente, foi trabalhar na Divisão de Desenvolvimento do Acervo ficando responsável pela aquisição e controle da coleção de periódicos de todas as bibliotecas do Sistema. Dentro da política de capacitação dos recursos humanos do órgão, teve a oportunidade de se candidatar e ser aceita no Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde fez o curso de Especialização em Documentação e Informação (CDC), na área de Informação para cidadania.

 

Foto: Site da UNIRIO

 

 Márcia Valéria participando da entrega dos tablets

 para os alunos de Biblioteconomia da UNIRIO para uso em atividades acadêmicas

 

No final de 1996 foi convidada para chefiar a Biblioteca Setorial do Centro de Ciências Humanas, assumindo o cargo em fevereiro de 1997. Novamente exercia cumulativamente a chefia da Divisão de Atendimento ao Usuário da Biblioteca Central. Dentre as atividades, destaca-se os projetos: Divulgação da produção intelectual da UNIRIO, Organização e Recuperação dos objetos museológicos do acervo da biblioteca Central; Organização dos arquivos da Biblioteca Setorial do CCH e Indexação e registro de artigos de periódicos e folhetos do acervo do CCH, e participação no trabalho de consultoria de implantação de uma Biblioteca no Centro de Capacitação Física do Exército - CCFEX.

No mesmo período recebeu o convite para integrar a equipe de docentes que ministrou cursos de atualização profissional no Conselho Regional de Biblioteconomia do Rio de Janeiro. Este convite juntamente com as atividades desempenhadas junto aos cursos pós-graduação do Centro de  Ciências Humanas, foram fundamentais para a decisão de se candidatar ao curso de Especialização em Docência de Nível Superior da Escola de Educação da UNIRIO, curso finalizado em 1998.

Segundo Márcia: “O conhecimento dos princípios e diretrizes que orientam a atividade docente da Instituição em que atuo contribuiu sobremaneira na disseminação de informação da Biblioteca, assim como possibilitou concretizar o meu desejo de avançar mais nos estudos e me candidatar ao Mestrado em Ciência da Informação na Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ/Convênio IBICT. Processo que me candidatei e fui aprovada em 5° lugar. Minha dissertação foi sobre protocolos de Leitura na universidade defendia em outubro de 2001.”

 

 

 Carlos Guilhon, Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da UNIRIO

entregando a premiação da vencedora do 2º lugar do Banco de Ideias,

representada por Márcia Valéria, no evento do Dia do Servidor deste ano

 

Em 2004, foi convidada a dirigir a Biblioteca Central da UNIRIO e consequentemente o Sistema de Bibliotecas. “Cargo que ocupo com muita honra até hoje. Além de comandar a informatização de todos os serviços das bibliotecas, incluindo a implantação de serviços na Web, a ampliação da infraestrutura administrativa acrescentando mais duas unidades ao Sistema, duas novas divisões e um setor voltados para melhorar a qualidade do serviço ofertado à comunidade”, destacou Márcia.

Também foi responsável pela a ampliação do quadro de funcionários, da melhora da infraestrutura,  da ampliação do acervo, de todas as unidades que compõe o Sistema de Biblioteca instituindo padrões de qualidade e identificando áreas de identidade para o crescimento da gestão da informação da UNIRIO. Através deste cargo, possibilitou integrar a Direção da Comissão Brasileira de Bibliotecas Universitárias - CBBU por duas gestões, uma como vice Presidente (gestão 2008/2011) e outra como Diretora Financeira (2014-2016).

Atualmente é representante pela terceira vez da Região Sudeste na mesma Comissão. Foi também, Secretária Geral do Conselho Estadual de Leitura do Rio de Janeiro - CONSEL (RJ). Coordenadora dos Programas de Extensão em Línguas estrangeiras PELE/UNIRIO e Incentivo à leitura entre jovens leitores. Em 2014, foi eleita Diretora Financeira do Conselho estadual de Biblioteconomia da 7° Região - CRB7, cargo que pediu exoneração em outubro de 2015.  Na área de docência ministrou, como convidada, a disciplina Estudos de usuários e Comunidades, na Escola de Biblioteconomia da UNIRIO de 2012 a 2014, experiência enriquecedora e muito gratificante. Ainda desenvolve a atividade de membro dos Conselhos editoriais das Revistas: Raízes e Rumos (Revista de Extensão); Revista Chronos: publicação cultural e Revista Fio da Ação todas da UNIRIO.

O grupo familiar de Márcia Valéria é formado pela mãe Ilza, o marido Gil e a filha Anna Clara. O irmão e sua família e os sogros também são pessoas queridas e importantes. Nas horas vagas tem como hobbies a leitura e o trabalho com flores naturais e decoração.


 

Márcia Valéria com o marido Gil e a filha Anna Clara

 

Em relação aos momentos marcantes vivenciados na UNIRIO, Márcia destaca que: “Depois de vários anos de atuação na educação superior é natural ter vivenciado vários momentos, entre alguns tristes e outros de grande alegria. Destacar qualquer um deles é ser injusta com todos os outros. Mas, ter vivido todo o desafio de participar da reestruturação do ensino superior, com o REUNI, um momento de abertura das universidades no Brasil, sem dúvida foi muito gratificante”.

“A  UNIRIO é o local de onde vem meu sustento e onde eu posso exercer toda a minha criatividade profissional sempre com apoio dos meus superiores e dos meus colegas do Sistema de Bibliotecas. Aqui me tornei a profissional que sempre desejei ser: respeitada pela comunidade interna e reconhecida nacionalmente como profissional competente da área de Biblioteconomia. Sempre estudei em colégios públicos e Universidades públicas e sou funcionária pública há mais de 20 anos por isso, acredito que minha parcela na construção de um país melhor é exercer minha função da forma mais integra e respeitosa possível. Me sinto privilegiada de ser funcionária da UNIRIO, uma instituição que tem a nobre missão de formar cidadãos em várias áreas de conhecimento”, finalizou Márcia.